BEM-VINDO!

Espero compartilhar idéias e projetos...

sexta-feira, 23 de julho de 2010

SME ABRE INSCRIÇÕES PARA CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM EDUCAÇAO ESPECIAL


Comunicado da SME (Secretaria Municipal de Educação da Cidade de São Paulo) publicado no DOC de 22 de julho divulga abertura de inscrições para o curso de especialização, lato sensu “Formação de professores em educação especial: áreas das deficiências auditiva e intelectual”, em nível de pós-graduação. As inscrições devem ser feitas até o dia 30 de julho. 
O curso, ministrado na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), na Praça da Sé, 108, Centro. Terá um ano de duração, com início em 14 de agosto e término em 30 de julho de 2011, às sextas-feiras, das 19h às 23h, e aos sábados, das 8h às 12h e das 13h às 17h. 
Com carga de 600 horas, é destinado aos professores de ensino fundamental II e médio interessados em atuar nas Emees, no atendimento aos alunos surdos, surd os com outras deficiências associadas à surdez e surdocegos; e aos professores de educação infantil e ensino fundamental I e de ensino fundamental II e médio, que tenham interesse em atuar nas Salas de Apoio e Acompanhamento à Inclusão (Saais) e que possuam curso de graduação na área da educação. 
São 150 vagas, sendo 65 para deficiência auditiva e 85 para deficiência intelectual. 
CRITÉRIOS 
Para participar do curso, o professor deve:
a) estar em efetivo exercício de atividade docente;
b) ter disponibilidade no horário noturno às sextas-feiras e aos sábados no período da manhã e da tarde;
c) ter condições próprias de locomoção para acesso às atividades;
d) assumir o compromisso de atuar nos serviços de educação especial, por no mínimo quatro anos;
e) assumir o compromisso de não se exonerar do serviço público no período de quatro anos;
f) estar há mais de quatro anos da aposentadoria.
 
        Estão vedadas as matrículas aos professores:
- que matriculados nos cursos anteriores, que deles desistiram, ou neles foram reprovados;
- que possuam habilitação ou especialização em educação especial ou em qualquer uma de suas áreas, consultado o Sistema Escola On Line (EOL);
- que se encontrem readaptado s, em razão de laudo médico temporário ou definitivo;
- admitidos ou nomeados em comissão, estáveis e não estáveis;
- que estejam em licença médica ou em afastamento de qualquer natureza. 

Seleção/inscrição na área de deficiência auditiva:
- 1ª Etapa: os professores de ensino fundamental II e médio que tiverem interesse em atuar nas Emees, deverão dirigir-se à unidade de educação especial de sua preferência até o dia 30 de julho, para preenchimento de Ficha
de Inscrição, munidos dos seguintes documentos:
a) cópia reprográfica do último holerite;
b) cópia reprográfica do RG ou CNH;
c) atestado que comprove encontrar-se em pleno exercício das funções de regência de classe, emitido pelo diretor da unidade de lotação/exercício;
d) currículo.
No ato da inscrição será agendado dia e horário para uma entrevista com Comissão especialmente constituída, pela unidade educacional, para este fim.
2ª Etapa: os professores deverão comparecer na data e horário agendados para participar da entrevista sendo, os que não comparecerem considerados desistentes.
3ª Etapa: a unidade educacional divulgará a relação dos professores selecionados para a matrícula no curso.
4ª Etapa: efetivação da matrícula no curso de pós-graduação, segundo normas da universidade.

Seleção/inscrição na área de deficiência intelectual:
1ª Etapa: os professores de educação infantil e ensino fundamental
I que tiverem interesse em atuar nas Saais, deverão dirigir-se ao Cefai da Diretoria Regional de Educação de sua região até o dia 30 de julho, para preenchimento de Ficha de Inscrição, munidos dos seguintes documentos:
a) cópia reprográfica do último holerite;
b) cópia reprográfica do RG ou CNH;
c) atestado que comprove encontrar-se em pleno exercício das funções de regência de classe, emitido pelo diretor da unidade de lotação/exercício;
d) currículo.
No ato da inscrição será agendado dia e horário para uma entrevista com Comissão especialmente constituída pelas DRE, para este fim.
2ª Etapa: os professores deverão comparecer na data, local e horário agendado para participar da entrevista. Os professores que não comparecerem serão considerados desistentes.
3ª Etapa: a DRE/Cefai divulgará a relação dos professores selecionados para a matrícula no curso.
4ª Etapa: efetivação da matrícula no curso de pós-graduação segundo critérios estabelecidos pela universidade.           
A SME/DOT divulgará a relação dos professores matriculados no curso no Diário Oficial da Cidade. 
Mais informações no Comunicado nº 1.128, publicado na página 37 d o DOC de  22 de julho de 2010 (www.imprensaoficial.com.br)

Um comentário:

zilda disse...

sou agente escolar na area da educação infantil gostaria de saber quando vou poder ter uma oportunidade de reseber uma oportunidade rica como essa já que faso parte de um grupo de educadores e que convivo diariamente com 1 criança cujo a mãe é surda e na saida me fas perguntas as quais eu tento responder